Reader Comments

Modelos De Portas Residenciais Decoradas

by Paulo Eduardo Oliveira (2018-05-17)


plataforma tesoura

Nesta época do ano muitas pessoas aproveitam pra reformar ou alterar o lugar da casa, desde uma pintura, alteração de moveis até a troca de uma porta. Se você está procurando renovar opte pelas portas decoradas que deixa o ambiente com o toque especial, confira algumas informações e modelos de portas residenciais decoradas que separamos por você. A dica para que uma porta fique em harmonia no recinto, é o tamanho lugares maiores pedem portas maiores, e lugares menores uma porta de que não tire a harmonia do lugar. A porta do quarto de crianças conseguem ser personalizadas no interior com uma lousa, adesivos próprios pra porta residencial.


Pro quarto do casal podes se pôr uma porta de madeira usual com um espelho ou porta bolsa no interior do quarto. Você acha no marcado portas de madeiras trabalhadas que são capazes de ser colocadas pela entrada, sala de aluguel plataforma articulada jantar, cozinha, na porção externa da casa. Veja sobre meu alucinante blog post: aluguel plataforma telescópica Nos quartos de preferência locação plataforma elevatória pra portas lisas, contudo você pode personalizar com artigos que encontra em residência de decoração ou em lojas de matérias de construção.


  • 28/onze/2009 às 23:48

  • Mudança nos planos de saúde: entenda o que está em xeque

  • cinco- Pela hora de desenvolver, prefira instrumentos que não retenham calor, como o amianto, por exemplo

  • Valor inicial das parcelas é superior, mas cai depois

  • 5 de junho de 2013 às 16:Cinquenta e quatro

  • vinte e três de julho de 2013 às vinte e dois:Dezesseis

O jardim está pela área externa do apartamento Alto de Pinheiros, em São Paulo, reformado pelos arquitetos Gabriel Magalhães e Luiz Cláudio Souza. O dúplex conta com essa extensão térrea aberta, onde originalmente havia uma banheira de hidromassagem. De frente para a piscina ajardinada está uma extenso pérgola de eucalipto travada por cabos de aço. A ideia do Escritório Paulista de Paisagismo era gerar uma área coberta pra descanso, com mesa para refeições.


O piso do lavabo foi executado com um deck de madeira pau d'arco e o aparador de madeira, para apoio da cuba, foi garimpado em Embu das Artes (SP). Uma parede composta por pedras portuguesas integra visualmente o spa com hidromassagem ao lavado, na área social térrea do apartamento Alto de Pinheiros, em São Paulo. Os ambientes são limitados apenas por uma leve cortina. E entre ela e a parede de pedra está um box, com piso revestido por seixos.


No living, a mesa-bandeja lateral (à esq.) é metálica (L'oeil) e a "recamier", do acervo do morador, recebeu novo revestimento, com tecido do Armazém Paludetto. A luminária de madeira (bem como, à esquerda) pertence ao Studio Nada Se Leva. Integrado à cozinha gourmet da área social no apartamento Grande de Pinheiros, em São Paulo, está um living, ? A mesa de centro em laca branca tem pés metálicos (Dpot), e dialoga com a mesa de jantar. O sofá Decameron é revestido com linho off white e capa de sarja crua. O dormitório infantil com varanda pra brincadeira tem piso coberto com deck de madeira removível, para descomplicar a limpeza.


A cama foi feita em marcenaria, no tempo em que a mesa lateral azul e o revisteiro são da Tok Stok. O dormitório infantil com varanda teve o piso parquet restaurado: o instrumento foi tratado com ácido e raspado, adquirindo coloração mais clara no decorrer da reforma do apartamento Alto de Pinheiros, capitaneada pelos arquitetos Gabriel Magalhães e Luiz Cláudio Souza. O banheiro das crianças tem piso e paredes revestidos por pastilhas de vidro azuis da Colormix.


Pra acrescentar a diversão, foram pintadas listras numa das paredes "secas", uma a uma, em cores azul, amarelo e laranja. No banheiro das moças, uma das paredes foi pintada com listras em tons de azul, amarelo e laranja. Uma cuba de resina laranja apoia-se pela bancada composta por pó de mármore e vidro. As louças são da Deca, e os metais, Lorenzetti. A suíte de hóspedes foi decorada com papel de parede listrado (Celina Dias) e mesas laterais de acrílico: a incolor, da Kartell, e a vermelha, do Studio Nada Se Leva.


O abajur Kartell também é incolor. A cama de imediato existia, e foi incrementada com almofadas pelos arquitetos Gabriel Magalhães e Luiz Cláudio Souza. O quarto de hóspedes do apartamento Grande de Pinheiros conta com bancada e móvel para Televisão "reaproveitados". A cadeira desenhada por Harry Bertoia foi comprada na Etna. O banheiro de hóspedes do apartamento Grande de Pinheiros teve o piso revestido por pastilhas de vidro roxas da Colormix e paredes e nichos recobertos por unidades da mesma marca (dois cm x dois cm) na cor lilás. A bancada é de estrutura cristalizada a apoio de vidro e pó de mármore e o espelho foi garimpado em Embu das Artes (SP).


No quarto de uma das meninas, a cama e a mesinha de apoio lateral são da Tok&Stok. O banheiro de hóspedes do apartamento Grande de Pinheiros foi totalmente revestido por pastilhas de vidro em tons de roxo e lilás. Pela suíte máster, a parede atrás da cabeceira leva tratamento especial com papel de parede estampado. A marcenaria é composta por peças de madeira em tom vivo. A respeito as mesas laterais, as luminárias são da Clami.


O piso parquet dos dormitórios, no apartamento Grande de Pinheiros, é anterior à reforma e foi tratado com ácido e raspado, adquirindo coloração mais clara. Na suíte, a poltrona de encosto nanico (Marché Art de Vie) acompanha a cor do papel de parede usado atrás da cabeceira (imagem anterior). A fachada da Casa TN, do arquiteto japonês Tsuyoshi Ando, mantém uma linguagem sóbria, geométrica e que preza na privacidade de seus moradores. A entrada de claridade natural não se dá pelas janelas voltadas para a rua, contudo por claraboias na cobertura e por intermédio de vãos envidraçados perto ao pátio interno (quintal).