Reader Comments

Consumidor Não É Obrigado A Contratar Corretor Para Comprar Imóvel De Construtora

by Pedro Benjamin Barros (2018-09-21)


financiamento de sobradoEu cheguei a pesquisar com alguns profissionais de construção, mas cheguei à conclusão que não seria viável tocar uma obra sem segurança e confiança, então eu aceitei proposta da My Home, imoveis curitiba venda tem bons profissionais, projeto foi do jeito que eu queria e a empresa me passou confiança, credibilidade, transparência, segurança total. Estou confiando que a obra está sendo executada", ressalta.

Acreditamos também, que não somente as relações escolares interferem na qualidade de vida e na prática docente, mas, a desvalorização ética, social e cultural que esse profissional enfrenta. Os baixos salários, desrespeito, a péssima condição logística, os problemas fonoaudiólogos, as contrariedades sociais e as péssimas condições de trabalho,todas elas engendram desmotivação e impossibilidades de melhor atuação pedagógica. professor com qualquer profissional, até procura melhorar seu campo de atuação, mas não lhe é garantida tentar promove-las dentro de uma estrutura possível.

Diante de um realidade como essa, profissional tem uma opção bem clara: especializar-se em projetos e obras para apartamentos. Primeiro porque muitas pessoas compram imóvel e em seguida querem personalizá-lo, adaptando- às próprias necessidades e aos gostos pessoais. Depois, a demanda por reparos e obras pontuais também aumenta significativamente.

Quem pretende terceirizar a obra deve coletar informações acerca de construtoras e empreiteiros. A opinião de antigos clientes também pesa. Aqueles que já passaram pela experiência de contratar os serviços de empreiteiras e construtoras têm condições de passar referências e alertar para problemas que possam ocorrer.

Contratando uma construtora, você não terá preocupações quanto ao prazo de término da obra, pois será estabelecido um contrato com a mesma e a empresa certamente cumprirá esse prazo. No caso, se profissional abandonar a obra, é de responsabilidade da construtora em repor esse profissional, diferente se estiver construindo por conta própria, se caso profissional abandonar a obra, você terá grandes prejuízos.

A empreiteira, como próprio nome já diz, é uma empresa que trabalha por empreitada, que é paga para realizar determinada tarefa ou obra. Seu papel tende a ser mais limitado dentro de uma construção. processo natural é que a construtora, que faz todo planejamento da sua obra, contrate uma empreiteira de confiança para realizar determinadas etapas da construção. Até porque, ao contrário da construtora, que tem a responsabilidade de entregar a obra dentro do prazo firmado em contrato, a empreiteira tem sua remuneração vinculada não ao tempo, mas à conclusão da tarefa.

Segundo Código Civil Brasileiro (capítulo VIII, artigos 610 a 626), empreiteiro que faz a execução deve responder pelos vícios de construção relativos ao serviço. A responsabilidade do executor é formalizada e comprovada por meio da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), na qual deve ser especificada a amplitude da responsabilidade no caso de vício ou sinistro. " contratante de serviços especializados de construção civil, como é caso de fundações - seja ele construtora, incorporadora ou proprietária -, costuma exigir a ART para se resguardar dos vícios, mas não se preocupa muito em averiguar quem é a pessoa que forneceu a ART", alerta Martelene Carvalhaes, advogada tributarista e contadora especializada na construção civil, sócia da MLF Consultoria Tributária.

Quando você contrata administração de obra através de uma construtora, terá um produto de qualidade a um preço justo. Mesmo que pareça mais interessante financeiramente" contratar profissionais autônomos e fazer todo gerenciamento sozinho, na grande maioria das vezes custo sai mesmo ou maior do que contratar uma construtora e desgaste físico e psicológico de realizar uma obra sozinho, nem se fala. Além disso, na maioria dos casos, resultado final dessas obras autônomas" não agrada seus investidores, além de gerar altos custos e retrabalho após a sua finalização.

Ao pensar em começar uma obra, muitas pessoas se deparam com uma grande dúvida: Contratar um pedreiro ou uma construtora? Grandes empresas faliram na década de 90, entre algumas conhecidas em todo país: Matarazzo, grupo que já foi maior do país, entrou em concordata em 1983, mas só ruiu em 1992; Mappin, Mesbla, Lojas Brasileiras, Casas Centro desapareceram devido à má gestão, à concorrência e à obsolescência e a Encol, a maior construtora do país, quebrou em 1997 e lesou 42.000 clientes. A baixa atividade econômica provocou fechamento de 4,7 mil empresas dos dez primeiros meses de 2003, número 10,6% superior ao mesmo período do ano anterior. Cada firma que fecha tem em média 30 empregados, 141 mil postos de trabalhos foram extintos entre janeiro e outubro de 2003. número de falências decretadas registrou queda de 15,1% no primeiro semestre de 2004, foram decretadas 2.360 falências de janeiro a junho. Houve queda de 22,6% no volume de falências requeridas que totalizaram 7.271 pedidos, de janeiro a junho de 2004.